sábado, 12 de agosto de 2017

ÍNDICE FIRJAN – Saloá e Iati apresentam bons desempenhos em suas gestões fiscais, Paranatama e Terezinha não foram medidos

ÍNDICE FIRJAN – Saloá e Iati apresentam bons desempenhos em suas gestões fiscais, Paranatama e Terezinha não foram medidos

Image result for prefeitura saloá

Saloá tem uma das boas saúdes fiscais do Estado. O Município ocupa a décima oitava (18º) posição num levantamento apresentado pelo Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF 2017), divulgado nesta sexta-feira (11) pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), com base em dados oficiais de 2016.

Jurema (3º), Jucati (5º) e Garanhuns (8º), municípios do Agreste Meridional, figuraram no Top 10. Iati figura na 54ª posição dos municípios pernambucanos medidos. Na outra ponta, o município de São João teve um dos piores índices de gestão fiscal de Pernambuco, ficando na penúltima colocação entre os 167 municípios avaliados pelo Estudo. Paranatama e Terezinha não tiveram seus índices medidos.

Já em nível nacional, Pernambuco apresenta um dos piores resultados. O Estado ficou em penúltimo lugar no País, à frente apenas de Sergipe, no ranking da gestão fiscal. Segundo o levantamento, nenhum município de Pernambuco tem gestão de excelência. Apenas sete prefeituras (4%) registram boa gestão fiscal, enquanto 104 (59,1%) têm situação crítica e 65 (36,9%) difícil. A média estadual ficou abaixo do nacional em todos os indicadores avaliados pelo IFGF. Os resultados se explicam, por exemplo, pelo fato de três em cada quatro cidades pernambucanas (75%) não terem investido nem 8% de suas receitas em 2016 e, com isso, terem recebido conceito “D”.

"No caso de Pernambuco, chamou atenção o número de municípios com nota zero (67) no indicador de liquidez, apresentando a pior situação do País. Na prática, isso quer dizer que fecharam o ano no vermelho, sem recursos para arcar com os restos a pagar que ficaram em 2016", destaca o coordenador de Estudos Econômicos do Sistema Firjan, Jonathas Goulart. Para 2017, a expectativa é de que o desajuste fiscal continue a reboque da crise. Para acessar o resultado geral do Índice Firjan clique AQUI.

Com informações do blog do Carlos Eugênio. Reportagem original em http://www.blogdocarloseugenio.com.br/2017/08/indice-firjan-gestao-fiscal-de.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidades, não ofenda e nem acuse a quaisquer cidadão. afinal o blog, o blog é de vocês.