terça-feira, 25 de julho de 2017

Ministros pernambucanos voltarão à câmara federal para barrar denúncia contra Temer

Ministros pernambucanos voltarão à câmara federal para barrar denúncia contra Temer


Os quatro ministros de Pernambuco, todos deputados federais, devem voltar a câmara federal no próximo dia 02 de agosto, para engrossar a base do presidente, Michel Temer (PMDB) no dia da votação da denúncia em plenário. A decisão não é voltada apenas aos ministros pernambucanos, alcança também o gabinete do presidente da república que em larga escala é formada por deputados federais. O que for definido valerá para todos os ministros.

No caso dos pernambucanos, a medida já foi utilizada em outras oportunidades, na cassação de Dilma, vários deputados licenciados voltaram a câmara para votar o afastamento da então presidente. Foi o caso do deputado federal, Danilo Cabral (PSB) e sua bancada pernambucana. Hoje o PSB de Pernambuco se coloca contra o presidente Temer e a favor da sua investigação, muito por conta da aproximação dos ministros com o senador Armando Monteiro (PTB).

A tática também já foi utilizada na votação do teto dos gastos e da reforma trabalhista. Pernambuco hoje conta com os seguintes deputados federais/ministros. Bruno Araújo (PSDB) Cidades, Fernando Coelho Filho (PSB) Minas e Energia, Mendonça Filho (DEM) Educação e Raul Jungman (PPS) Defesa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidades, não ofenda e nem acuse a quaisquer cidadão. afinal o blog, o blog é de vocês.