quinta-feira, 22 de junho de 2017

QUE COISA FEIA - Prefeito de Saloá não autoriza festividade junina em PRAÇA PÚBLICA

QUE COISA FEIA - Prefeito de Saloá não autoriza festividade junina em PRAÇA PÚBLICA


Qual a finalidade de um logradouro público? Qual a finalidade de uma praça pública? Livre circulação de pessoas, lazer, atividades esportivas, atividades religiosas, pé de conversas, atividades culturais, atividades festivas. Qual a finalidade? E qual a finalidade das Festas Juninas? Diversão, lazer, tradição, bem estar, resgate cultural. Qual seria a finalidade? E uma festa junina em praça ou via pública em pleno mês de junho na região Nordeste, com direito a palhoça, apresentação de quadrilha e ao final um show. Será que é algo fora do comum? Pois bem.

O prefeito do município de Saloá - uma pequena cidade do agreste meridional pernambucano -, NÃO autorizou a realização de festividade junina em plena praça pública, de uma comunidade conhecida como Serrinha da Prata. A festa totalmente idealizada pelos moradores locais, que tão logo conseguiram seus patrocinadores começaram os ensaios para a apresentação cultural de sua quadrilha de dança e ao final iriam realizar um pequeno show para todos os presentes.

Segundo um dos organizadores da festividade junina, o prefeito entre algumas alegações, informou que o ofício solicitando autorização para a realização do evento deveria ter chegado com uma antecedência maior. O ofício foi apresentado ao município na segunda-feira (19), mas segundo um dos secretários somente o prefeito poderia dar tal autorização, o que foi negado pelo próprio gestor na terça-feira (20).

A imagem pode conter: montanha, céu, atividades ao ar livre e naturezaA Serrinha da Prata é disparadamente a comunidade com o maior traço cultural do município de Saloá. Seus dotes culturais podem ser facilmente observados na arquitetura religiosa, presente nas igrejas e santuários, na música, com seus diversos artistas, na arte, com a fabricação dos arremedos, enfim.

O município de Saloá, está realizando as festividades de São João, na sede e o no distrito de Iatecá (Prata) e artistas no porte de Vicente Nery e Léo Magalhães irão apresentar-se por essas bandas. Na programação oficial divulgada pelo município a comunidade, ora em questão não foi contemplada.
Curiosamente, a festa junina em comunidade de Serrinha da Prata, estava sendo patrocinada pelo grupo oposicionista ao prefeito Ricardo Alves (PMDB), oposição está que é composta por dois vereadores. Seria esse o real motivo da negativa?

De acordo com os vereadores, Zé Cabelereiro (PP) e Valdir Lopes (PRTB) a autorização só foi negada por pura política. “É claro que o prefeito negou a realização em praça pública da festa, porque soube que erámos nós que iriamos ajudar os jovens” pontuou o vereador Zé. Já Valdir disse que: “Eu quero saber em que essa festa iria atrapalhar a festa do prefeito. Quer dizer que o camarada não faz nada na comunidade e quando os outros querem fazer ele vai lá e empata”.

O fato é que a atitude do prefeito de Saloá, pegou muito mal e no mínimo faltou-lhe bom senso e humildade em saber que não é o único em promover o desenvolvimento do município. Faltou-lhe discernimento em não abusar do poder que por ora está em suas mãos. Afinal de quem é o poder?

Na minha opinião, não havia motivo para o gestor NÃO autorizar a festa, sendo ela feita por quem fosse. A prefeitura não tinha ou não tem nenhum evento no local, no mesmo dia e horário. Não existe outro evento de qualquer natureza na localidade no dia e horário em questão. Então, não existe um motivo claro para a tomada da triste decisão, além do mais estamos em plena festividades juninas, o período mais tradicional do Nordeste.

A decisão já vem sendo bastante comentada e desaprovada por muitos. Principalmente na Serrinha da Prata. Onde o gestor conseguiu a maioria absoluta dos votos daquele povo. O prefeito com sua autoritária atitude deu audiência a oposição, que mesmo dispondo de pouco recursos tentou proporcionar um São João decente na comunidade.

A festa seria dia 29 de Junho.

11 comentários:

  1. Ele não é eterno...

    ResponderExcluir
  2. q coisa mas ridicula

    ResponderExcluir
  3. Isso é uma vergonha, o povo de Serrinha da Prata merece respeito. Mas isso não é a primeira vez que acontece em Saloá não. Me lembro bem de quando Seu Zé do Leite e Dona Socorro queria fazer uma festa atras da sua residencia e foram impedidos pelo então prefeito Gilvan Pereira. Essa pratica é da velha politica que não se importa verdadeiramente com a população. E cade a vice Prefeita? sera que esqueceu de quando foi ela a barrada, mas agora mudou não é mesmo pois agra é ela o poder.

    ResponderExcluir
  4. Que fique registrado na memória da população dessa comunidade tal fato para que ano que vem quando eles forem bater em suas portas à procura de votos eles saibam dar a devida resposta nas urnas.

    ResponderExcluir
  5. Que fique registrado na memória da população dessa comunidade tal fato para que ano que vem quando eles forem bater em suas portas à procura de votos eles saibam dar a devida resposta nas urnas.

    ResponderExcluir
  6. Q horrível mas na hora dos votos Serrinha da pra prestava

    ResponderExcluir
  7. Kkk acho é pouco pra quem voltou nele, que deu?tão achando ruim agora por que kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. O administrador desse blog é um frouxo, fica sensurando os comentários e não posta. Lamentável!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O cara posta comentário no ANÔNIMO e eu que sou o frouxo. Será que é isso mesmo. No cantinho que manda o comentário em ANÔNIMO também tem o atalho para exibir seu perfil aqui, PUBLICAMENTE. Então você poderá maltratar qualquer um mostrando a cara. Forte abraço.

      Excluir
  9. Cada um tem o prefeito que merece.

    ResponderExcluir

Comente com responsabilidades, não ofenda e nem acuse a quaisquer cidadão. afinal o blog, o blog é de vocês.