sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Justiça afasta mesa diretora da assembleia de Alagoas

JUSTIÇA AFASTA MESA DIRETORA DA ASSEMBLÉIA DE ALAGOAS


Decisão do juiz Alberto Jorge e outros sete magistrados das 17ª e 18ª Vara de Maceió afastou, na noite de ontem (31), toda a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Alagoas, presidida pelo deputado Fernando Toledo (PSDB). A decisão é em caráter liminar e atende pedido do Ministério Público Estadual (MPE), que solicitou o afastamento dos deputados da direção da Casa para que as investigações que apuram supostos desvios milionários nas contas do Legislativo não sejam prejudicadas.

A decisão da Justiça acontece depois de denúncias feitas ao MPE pelo deputado João Henrique Caldas (JHC). Além disso, todos os membros da Mesa Diretora estão impedidos de votar ou serem votados em possível nova eleição para eleger outra Mesa da Casa de Tavares Bastos.


“Toda a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Alagoas foi afastada. É um processo cautelar que visa a garantir que a investigação feita pelo Ministério Público não seja prejudicada por qualquer motivo. Nenhum dos deputados afastados pode votar ou ser votado”, afirmou o juiz Alberto Jorge.

A decisão foi publicada no site do Tribunal de Justiça de Alagoas e é passível de recurso por parte dos deputados que integram a Mesa Diretora. Hoje (1) um oficial de justiça cumpre o mandado de expedição do afastamento na Assembleia Legislativa.

Quem assume a presidência da Casa de Tavares Bastos é a deputada Flávia Cavalcante (PMDB), filha do ex-prefeito de São Luís do Quitunde, Cícero Cavalcante, e do vereador por Maceió, Kelmann Vieira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidades, não ofenda e nem acuse a quaisquer cidadão. afinal o blog, o blog é de vocês.