terça-feira, 29 de outubro de 2013

Saloá - Agricultores Saloaensen NÃO terão direito ao Garantia Safra

AGRICULTORES DE SALOÁ NÃO TERÃO DIREITO DE RECEBER SEGURO SAFRA EM 2013

Chegou a informação a este simplório vereador que o município de Saloá, não iria receber o seguro safra que os agricultores tem “direito “neste ano de 2013. Para não sermos injustos e nem fazermos oposição simplesmente por sermos oposição, busquei informações nos mais diversos órgãos competentes a respeito do assunto.

Posicionamento do IPA – Segundo o IPA de Saloá, o que deveria ter sido feito por parte do IPA no nosso município foi feito, “nós realizamos o cadastro de aproximadamente 500 agricultores no município de Saloá, e ficou por responsabilidades do município realizar pesquisa e solicitar o laudo dos técnicos do IPA, para verificar a perca de 50% ou mais da safra em Saloá, o que dentro do prazo não foi solicitado, e por esse motivo os agricultores de Saloá não irão receber o seguro safra em 2013. Procuramos também por telefone a representante do conselho rural de Saloá, a srª Rose, onde a mesma ratifica as informações repassadas pelo IPA.

Posicionamento da secretaria de agricultura de Saloá – em contato por telefone com o secretário de agricultura de Saloá, o Sr. Nêgo Godoy, o mesmo nos informou que Saloá não irá receber o seguro safra pois não houve perca acentuada da produção no nosso município, e que a secretaria não poderia solicitar a análise técnica da secretaria do estado , pois a plantação de lavoura no nosso município não ocorreu dentro dos padrões e se não houve plantação como é que haveria de ter colheita e com isso perca da lavoura (produção)

O Garantia-Safra (GS) é uma ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) voltada para os agricultores e as agricultoras familiares localizados na região Nordeste do país, e é voltada para quem sofre perda de safra por motivo de seca ou excesso de chuvas.
Para participar do Garantia-Safra, é necessário que, anualmente, estados, municípios e agricultores localizados na área de atuação da SUDENE façam adesão ao GS.

Diante dessa história toda nos vem uma pergunta e uma certeza. Se o governo municipal não iria decretar a perca da colheita, porque os agricultores tiveram que aderir ao GS e ainda pagaram R$ 9,50 de taxa?

A certeza é que independente de ser instituída o pagamento aos nossos agricultores, o fato que não se nega é que estamos perdemos aproximadamente R$ 400 mil reais, para socorrer nossos agricultores e que já vem a vários anos sofrendo com a seca que insiste em nos castigar e que esse dinheiro iria fazer muito bem a nossa economia.


Outro fato que chamamos atenção, é que os agricultores de Saloá fizeram o cadastro neste ano de 2013, e cada um pagou R$ 9,50.

3 comentários:

  1. Nem sabia que tinha secretário ele nunca ta na prefeitura quando eu fui la procurando ele pensei que fosse de outro mundo pois nunca vi ele em minha comunidade e nem na prefeitura

    ResponderExcluir
  2. Já vi que até agora só teve seu Zé do leite esse sim dava valor para o agricultor mandava bater nosso feijão e arava nossas terras de graça mais agora a sorte da gente é o ipa porque a prefeitura não serve de nada para os agricultores de saloà

    ResponderExcluir
  3. Acho que os vereadores deveriam investigar melhor e cobrar explicação da prefeitura porque o povo pagou e agora vai ser devolvido o dinheiro do povo

    ResponderExcluir

Comente com responsabilidades, não ofenda e nem acuse a quaisquer cidadão. afinal o blog, o blog é de vocês.