sexta-feira, 4 de outubro de 2013

"Não temos registro mas temos ética" disse Marina

“NÃO TEMOS REGISTRO MAS TEMOS ÉTICA” DISSE MARINA

Após ver o registro da Rede Sustentabilidade negado pelos ministros do Tribunal Superior Eleitoral, a ex-senadora Marina Silva deixou em aberto a possibilidade de disputar a eleição presidencial de 2014 por outro partido. Para participar do pleito, ela deve se filiar a outra legenda até o próximo sábado (5). Ainda somos um partido. Não temos registro, mas temos o mais importante: temos ética. Vamos ficar mais fortes.'

'O plano A já vitorioso, amanhã vou dar uma coletiva para vocês para dizer qual é o meu posicionamento. Eu não discuti nada de planos outros com ninguém', afirmou. Indagada diversas vezes por jornalistas sobre se ela cogitava migrar para outra legenda a tempo de concorrer ao Palácio do Planalto, Marina não negou, porém, disse que irá responder à pergunta somente após se reunir com os apoiadores da Rede, entre eles diversos parlamentares. Após a decisão desfavorável do TSE, Marina mudou o discurso anterior, que descartava um plano B.


PARA A HISTÓRIA

Assim que a presidente do TSE, Cármen Lúcia, proclamou o resultado, a ex-senadora fez questão de abraçar cada um dos parlamentares que a apoiaram. Ela ainda disse não ter ficado decepcionada com as manifestações dos ministros que votaram contra o registro. Para Marina, o tribunal reconheceu que a Rede tem os requisitos mais importantes para um partido. ‘Disseram que temos um programa, representação social e ética'.

Marina disse que o julgamento desta quinta entrará para a história do país. 'Eu aprendi no tempo da ditadura que para ser um partido político, bastava ter um programa, compromisso e militância social. A militância social é irrefutável'.

Após a entrevista, acompanhada por parlamentares até o carro, foi aplaudida e recebeu palavras de incentivo. Uma de suas filhas correu para abraçá-la já na porta do veículo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidades, não ofenda e nem acuse a quaisquer cidadão. afinal o blog, o blog é de vocês.